terça-feira, 28 de maio de 2013

CASA MACIEL - 7 GERAÇÕES DE HISTÓRIA || CASA MACIEL - 7 GENERATIONS OF HISTORY


|PT |EN





Como um barco que navega no rio, a Casa Maciel navega ao longo de 7 gerações. Segue o curso do rio através dos humores das suas águas. Umas vezes agitadas, outras vezes calmas, a Casa Maciel, como um barco de casco firme, segue a sua viagem através do rio grande, que parece não ter fim. Ao longo dos séculos vai acumulando histórias que nascem fruto das experiências, do saber fazer e das relações humanas. O capitão só abandona o leme, quando se sente cansado da viagem, dando lugar à descendência, que navega o barco com o mesmo orgulho dos seus ancestrais.
 

Like a ship that sails on the river, Casa Maciel sails over 7 generations. It follows the course of the river through the waters mood. Sometimes chaotic, other times quiet, Casa Maciel, as a boat with firm body, follows their journey through the great river that seems to have no end. Through the centuries has been accumulated stories which are fruit of experience, know-how and human relations. The captain only abandons the rudder, when he feels tired of the trip, giving the place to offspring, which sails the boat with the same pride of their ancestors.

 
 
 
 
 
 
 











 
A trabalhar na arte da latoaria, há mais de dois séculos, a Casa Maciel, abriu as suas portas em 1775 como funileiro e só mais tarde passou a trabalhar a arte da latoaria. Segundo Margarida Pragana (actual responsável pela Casa Maciel e na linha da sétima Geração), a casa foi fundada só em 1810, porque anteriormente os registos quase não existiam.  
According to Margarida Pragana (manager of the store and in the seventh generation line),  Casa Maciel works at the tinsmithing art for over two centuries, and has opened its doors in 1775 as a tinker, but only in 1810 it was formally founded.


 
Situada na Rua da Misericórdia, é uma das mais antigas casas do comércio de Lisboa. Foi sempre uma referência na criação de candeeiros (em ferro fundido e forjado), não só pela qualidade do trabalho, mas também por construir peças únicas de acordo com as necessidades de cada cliente. Desde os candeeiros a azeite (incluindo os de rua), passando pelos de gás e electricidade, todos tiveram a sua história na Casa Maciel. É interessante constatar, que ainda hoje existem muitos modelos, aos quais estão associados nomes que representam famílias que em tempos antigos os idealizaram para as suas casas.
Located in the heart of the city, near Chiado, at Rua da Misericordia, it is one of the Lisbon oldest stores. It has always been a reference in the creation of lamps for home and streetlamps (in wrought and cast iron materials), not only by the quality of work, but also to build unique pieces according to the needs of each client. From the oil lamps to gas and electricity lamps, all had their history at the Casa Maciel. It is fascinating to notice that even today, there are many models which have families’ names that in ancient times idealized a specific kind of lamps for their homes.

 
Segundo Margarida Pragana, a Casa Maciel foi em tempos a fornecedora da Coroa Portuguesa e ainda hoje se mantem como fornecedora oficial das Sés Catedrais portuguesas. Também no Japão, num museu em Osaka, se podem encontrar candeeiros oriundos da Casa Maciel.
Casa Maciel was once the supplier of the Portuguese Crown, and still keeps as official supplier of Portuguese Cathedrals. Also in Japan, has some of its work, at the Osaka Museum.
 
Margarida Pragana fala com carinho da história da loja, da família e dos empregados, mas em particular do seu Avô: Rui Pragana. Pessoa a quem aponta uma grande consciência social para uma época caracterizada por grandes convulsões sociais, económicas e políticas. Foi ele o responsável pela criação do sistema “Bailarina”. Um sistema que permitia a todas as famílias, usufruírem de luz nas suas casas através do aproveitamento de desperdícios (jornais, papel, tecidos,…).
 
Margarina Pragana speaks fondly of the history of the store, family and employees, but particularly about his grandfather: Rui Pragana. He has always showed a great social conscience in a time marked by major upheavals, economic and political. He was responsible for the establishment of "Ballerina", a system that allowed all families could have light in their homes through the use of waste (newspapers, paper, fabrics, ...). A truly environmental friend at those times!
 
 
 
Ainda hoje, todo o trabalho é feito de forma manual, conferindo a cada peça um aspecto único e onde podemos encontrar, lanternas, apliques e candeeiros de tecto que duram uma vida.
Uma casa cheia de história, onde a arte, como património e saber-fazer, merece aqui ser acarinhada.
 
Even today, all the work is done by hand, giving each piece a unique look and where we can find, lanterns, wall lights and ceiling lights.
This is a Portuguese house full of history, where art, like heritage and know-how, deserves to be cherished.

Contactos:

Rua da Misericórdia, nº 63 (ao Chiado)
Tel. 213 422 451
 
 

terça-feira, 21 de maio de 2013

LOCAIS QUE NOS INSPIRAM – Café Maravilha em Santa Engrácia | PLACES WHO INSPIRE US – Café Maravilha at Santa Engrácia


|PT  |EN

Maravilha de Café!!!

Wonderful Café!!!


Situado a poucos metros do Panteão Nacional, do Campo de Santa Clara e da Igreja de Santa Engrácia descobrimos o Café/ Restaurante Maravilha...
Located just few meters from the National Pantheon, Campo de Santa Clara (where on all Tuesdays and Saturdays may be observed a picturesque market: Feira da Ladra) and Santa Engrácia Church, we discovered the Café/Restaurant Maravilha...

Inspirado num estilo Art Déco faz-nos recuar até ao tempo em que os rádios eram grandes, embutidos em madeira e de grandes botões, e considerados motivo de reunião de muitas famílias para ouvir as notícias da época. Os sofás são de cores vivas e algumas mesas reúnem recortes de revistas estilo Vintage. Todo o mobiliário contrasta com paredes altas de cor branca e um balcão cheio de iguarias que nos abrem o apetite. Uma senhora recebe-nos com um sorriso, projectando uma imagem calma e familiar. A essência deste espaço!
An Art Deco cafe style, which makes us go back in time, when radios were large and decorated with wood panels and large buttons, and most of the times a reason for families meeting, to listen the news of the day. The sofas are brightly colored and some tables are decorated with magazine clippings vintage style. The furniture, contrasts with the high white walls and an exhibitor full of delicacies waiting for us. A lady welcomes us with a beautiful smile, projecting a warm and familiar image, which is the essence of this place.
Ana Oliveira é a proprietária. Inicialmente ligada aos audiovisuais e à publicidade, sempre teve vontade de ter o seu espaço de restauração, onde pudesse receber os amigos e dar asas à imaginação na cozinha. Inspirada pelas vivências de estudante nos Estados Unidos e na cozinha mediterrânica da qual é fã, Ana criou as ementas que são elaboradas predominantemente com produtos nacionais, optando sempre pela qualidade em detrimento da quantidade. Saladas, tostas, bolos caseiros e “fatias com coisas” (sandes em pão aberto, que fazem lembrar uma tapa grande, acompanhadas com salada), são algumas das especialidades deste café.
Ana Oliveira is the owner of this café. Initially working in audiovisual and advertising, she always wanted to have her restaurant space, where she could receive friends and give wings to the imagination in the kitchen. Inspired by the time when she was a student in the United States, and Mediterranean cuisine tradition, she created the menus. They are prepared predominantly with Portuguese products, always opting for quality over quantity. Salads, sandwiches, homemade cakes and "slices with things" (open sandwiches on bread that remind one big slap, accompanied with salad), are some of the specialties of this café.
Paralelamente o café Maravilha desenvolve uma outra faceta: a de Galeria de Arte. Expõe e divulga jovens artistas, através de exposições temáticas às quais está sempre associado um evento musical (jazz, blues, pop…tudo é possível). Na data de inauguração destes eventos, os clientes são convidados a explorar os cinco sentidos: a audição - através da música -, a visão – a partir da exposição -, e o paladar, o tacto e o olfacto - através da degustação dos pratos confeccionados pela Ana. Uma forma de conviver e partilhar saberes, muito de acordo com o ambiente visual do café.
The café Maravilha has also an Art Gallery which exposes and publicizes young artists through thematic art exhibitions. In each inauguration is always associated with music (jazz, blues, pop ... anything is possible). Guests are invited to explore the five senses: hearing through music, vision through the exhibition, and taste, touch and smell, through the tasting of dishes prepared by Ana. One way of sharing knowledge and socialize, according to the environment of the café Maravilha.


Desde as compras diárias à concepção dos pratos e ao momento em que atende os seus clientes, a Ana desdobra-se em mil funções para receber de forma acolhedora todos os que por lá passam.
A mãe é o seu braço direito (a senhora que nos recebeu à entrada), ajudando em todas as tarefas. Amigas do ambiente, mãe e filha puseram mãos à obra e recuperaram mobiliário de família, que faz agora parte da decoração deste espaço, transformando-o num local cheio de personalidade, despretensioso e muito acolhedor. Quando está bom tempo, uma pequena esplanada é colocada à entrada do café, de onde se pode ver o rio Tejo.
Ana unfolds in a thousand tasks to receive warmly their customers, such as, daily shopping, preparing all dishes, serving the clients. Her mother is her “right arm” (the lady who greeted us at the entrance), helping in all tasks. Environmentally friendly, mother and daughter recovered all family furniture that now are part of the café decoration, in order to make it a place full of character, unpretentious and very welcoming. When weather is nice a small terrace is placed at the entrance, where you can admired the Tagus river.
Um Café para desfrutar dos 5 SENTIDOS!!!
A Café to enjoy the 5 SENSES!!
Contactos | Contacts:

Café Maravilha

Rua Vale de Santo António, Nº 13

Tel. 969883840

Aberto de Terça a Domingo | Open  Tuesday to Sunday
 
 


quinta-feira, 16 de maio de 2013

GENTE QUE INSPIRA NA MOURARIA 2 - SEBASTIÃO LOBO, JOALHARIA DE AUTOR || PEOPLE WHO INSPIRE 2 - SEBASTIÃO LOBO, JEWELLERY AUTHOR


PT | EN




Sebastião Lobo é um jovem joalheiro promissor. Em pequeno já demonstrava interesse pelas artes através da escultura, mas foi a joalharia que falou mais alto. Foi na Escola António Arroio que aprendeu a arte de produzir peças únicas essencialmente através de metais preciosos.


Sebastião Lobo is a promising jeweler. When he was young, he already showed interest for the arts through sculpture, but it was the jewelery that rang louder. At António Arroio School he learned the art of producing unique pieces using precious metals.
 



A criatividade e ousadia fazem o engenho e Sebastião Lobo cria peças com arame, latão, prata e ouro. Vai beber à natureza a inspiração para as suas peças, onde se destaca uma paixão pelos animais invertebrados, nomeadamente baratas e escorpiões, criando peças singulares de adorno, mas também decorativas. As suas peças são uma combinação de bom gosto e criatividade, com uma pitada de irreverência, transformando-as em pequenas obras de arte.


Sebastião Lobo creates beautiful pieces with wire, brass, silver and gold. Nature is the inspiration source for their pieces, especially focused in invertebrate animals, such as cockroaches and scorpions. Their creations are unique pieces of adornment, but also decorative. His works are a combination of good taste, creativity, with a dash of irreverence, turning them into small pieces of art.
 


O atelier destaca-se do restante casario pela sua fachada estilo Arte Nova, onde o ferro pintado de verde é rei. Coincidência ou não, esta casa tinha sido primeiro oficina de um importante joalheiro de nome António Barata, e que forneceu figuras proeminentes da sociedade portuguesa, como António de Oliveira Salazar e António de Sá Carneiro. Deste joalheiro, guarda com carinho um livro antigo de esquiços, que nos mostra com orgulho (anéis, tiaras, pulseiras). Uma forma de perpetuar memórias antigas que servem de inspiração no presente.

Um atelier que vale apena visitar pelas peças originais e únicas!
 
The art studio stands out from the rest of neighborhood houses because of their Art Nouveau façade. In the past it had belonged to an important jeweler named António Barata, who provided prominent figures of the Portuguese society, such as António de Oliveira Salazar. Of this jeweler, he takes care fondly an old book of sketches that he proudly shows us (rings, tiaras, bracelets).It is a way to perpetuate old memories that serve as inspiration on the present days.
A art studio that it worth visiting!
 
 
Atelier Sebastião Lobo
Calçada de Santo André, nº 15 | Mouraria
Tel.: 910641549
 

terça-feira, 14 de maio de 2013

MULHERES QUE VIAJAM SOZINHAS -10 Ideias || WOMEN TRAVELING ALONE - 10 TIPS

Planeie a sua viagem antes de ir para fora | Planning steps for women traveling alone

 

 
Viajar é sempre uma aventura, mas deve fazê-lo de forma segura, especialmente se é mulher. Quer viaje em negócios ou lazer, há sempre alguns cuidados a ter para que possa desfrutar da viagem ao máximo, sem surpresas desagradáveis. Todos os países, até mesmo cidades ou regiões de um mesmo país, têm o seu "protocolo", a sua cultura por vezes diferente da forma como vivemos o nosso dia-a-dia.
 
If you are thinking of traveling alone, there are a few things that you must consider. Traveling is always a kind of adventure, but it must be doing in a safety way.  Whether traveling for business or leisure there is always some cautions so you can have a wonderful trip, without unpleasant surprises. All countries, even cities or regions in the same country, have its own “protocol”, its own culture, and its own way of  leaving, and that’s why is so important before go on a trip take care with some issues.
 

Deixamos aqui algumas dicas para que possa disfrutar da sua viagem ao máximo:

We leave here some tips so you can enjoy your trip:

 

 

1. Planeie todos os aspectos técnicos das suas viagens. Dinheiro, protecção de acidentes de viagem, documentos, linguagem, comunicação... Existem muitos aspectos a organizar antes de iniciar a sua viagem. Saiba como vai gerir o seu dinheiro, como vai comunicar com os seus enquanto se encontra fora, que tipo de protecção deve contratualizar para prevenir acidentes, etc. Quanto melhor tiver estas questões sob controlo mais tempo terá para disfrutar do destino que elegeu.
 
1. Plan the technical aspects of your travels. Currency, documents, insurance, language, communications… there are many aspects of your trip that you’ll want to have a handle on before you leave. Know how you’ll manage your money, how you’ll communicate with home. The more you have these issues under control the easier it will be to relax and go.
 
 
2. Faça alguma pesquisa sobre o local. Os guias turísticos, bem como a internet são óptimos meios para se familiarizar com a cultura, gastronomia, locais a visitar, horários, clima, segurança, entre tantas outras coisas. Esta é uma boa forma de poder usufruir ao máximo da sua viagem, permitindo comparar mais tarde, aquilo que leu com o que realmente experienciou e formar uma opinião sustentada sobre o destino.
 
 
2. Make some research about your destination. Doing this, introduces you to some of the unique characteristics of the culture and makes it more familiar. This makes the destination easier, and once there certainly you will enjoy comparing what you’ve read against what you see and experience.
 
 
3. Seja cautelosa. Em todos os sítios existem pessoas menos agradáveis. Evite locais pouco frequentados.
 
3. Be cautious. If you are a young woman you need to be far more careful about unpleasant characters than more mature women. Avoid places with few people.
 
 
4. Bagagem leve. Permite melhor mobilidade e economiza dinheiro. Escolha roupas e adereços que permitam várias conjugações de acordo com cada situação. Opte por cores neutras (preto, castanho, bege, azul marinho) que fiquem bem com alguns contrastes de cor e uma cor ou duas de acessórios que quando conjugados permitam vários efeitos consoante o fim a que se destina.
 
 
4. Pack light. You’re going to save money and be more mobile if you pack light. It requires a bit more planning to have a wardrobe that stretches from hiking boots to high heels but it can be done. Choose a base color (black, brown, beige, navy), a contrast color and a color or two to accessorize and pull it all together.
 
 
5. Opte por um estilo clássico. Tops, saias muito curtas, calções são excelentes, mas em algumas partes do mundo podem trazer problemas. Não se esqueça, que sozinha está mais desprotegida, por isso, passar despercebida pode ser uma mais-valia em determinados locais.
 
 
5. Dress conservatively. Maybe revealing tops and short skirts should be fine but, in reality, they can get you into trouble in many countries. You are always more vulnerable when you’re off your homeland, so compensate by dressing conservatively.


6. Planeie bem onde vai ficar, no mínimo a primeira noite. Tente chegar de dia ao local onde vai pernoitar. Caso não goste do local que escolheu, pode sempre ter tempo para procurar outro local ainda durante o dia.
6. Plan your first night well. At minimum, have a place to rest your head on the first night and plan to arrive by midafternoon. If you didn't booked your hotel in advance, it’s important to have time to find your hotel in daylight and time to change your accommodation if you determine that this is not the place for you.
 
 
7. Dedique tempo à escolha das malas de mão. Uma mochila é ideal para viagens, mas nem sempre se adequa a todos os momentos. Recomendamos malas que possam ser levadas ao ombro, para que não seja vítima de um roubo.
 
 
7. Choose your purse carefully.  While a backpack designed with security features is ideal for travel, you may prefer to carry a purse. If you do, we recommend purses that you wear across your shoulders, for not being a victim of a stolen purse.

8.Procure um guia local. Um guia local pode proporcionar um conhecimento profundo sobre a área a visitar, partilhando histórias que dificilmente o turista encontrará em brochuras turísticas, contribuindo assim para uma viagem memorável. Por outro lado, se o seu destino é em uma zona conturbada politicamente ou socialmente, o guia turístico pode mantê-lo em segurança evitando determinados locais.
8. Take advantage of local guides. A talented guide can provide local knowledge, sharing stories that a tourist may never see in print, it makes the trip so much desirable and memorable. Besides, if your destination is in an area that has a reputation of political or social upheaval, a tour guide can keep you in safe.
 
9.Cuide dos seus pés. Opte por sapatos confortáveis. Pés doridos podem arruinar uma viagem.
 
9.Take care of your feet. Nothing will ruin a trip faster than sore feet. Women’s shoes are notoriously bad for feet. Choose comfort over fashion.
 
10. Mime-se!. Está sozinha, longe da família. Uma massagem, uma ida ao cabeleireiro, contribuem para algum relaxe depois de um dia de lazer ou de trabalho se for o caso.
 

10. Pamper yourself. You are alone, away from family. A massage will help you to relax after a day full of experiences or working day.
Divirta-se !!
Enjoy yourself !!
 
MLB

 


 

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Uma casa de banho IMACULADA!!!


Limpas, perfumadas, simples, históricas, simpáticas… IMACULADAS!

Falamos de Casas de Banho… de casas de banho públicas… uma das casas de banho mais limpas da cidade de Lisboa.

À primeira vista parece estranho falar de tal estrutura, mas elas são uma peça importante na rede de uma cidade, nomeadamente para quem nos visita. Podemos mesmo considerar como parte de um cartão-de-visita de uma cidade. Quantas vezes já precisámos delas em situações de aflição, desejando ter à mão a nossa casa de banho, sempre imaculada?

Falamos delas também como um exemplo: de qualidade, de saber fazer, de simpatia mas também de orgulho.

Bem no Largo da Sé de Lisboa, alguns metros debaixo da terra, elas estão lá: discretas, simples mas cheias de brio. Escondem factos históricos de Lisboa, que remontam à época anterior ao terramoto de 1755, descobertos aquando da sua construção (1993). Uma estrutura habitacional correspondente à entrada de uma casa, constituída por uma portada de grandes dimensões em cantaria e uma janela, datadas do séc. XVII.

Factos históricos convivem de forma harmoniosa com a função de uma casa de banho, não fosse o brio da Senhora D. Fátima que cuida dela como se da sua casa se tratasse. Orgulhosa do seu trabalho, recebe os turistas que por ali passam sempre com um sorriso. Atenta para que tudo esteja impecável à entrada de alguém necessitado. Brilham de tanta limpeza, merecendo elogios (falados e escritos) de quem por lá passa. Aqui fica parte de um elogio ao trabalho desta Senhora: “… felicitar o trabalho de limpeza IMACULADA das casas de banho em frente à Sé Catedral de Lisboa…servir de exemplo para que as outras casas de banho assim fossem. Pessoas profissionais como esta Senhora tornariam o nosso mundo bem mais feliz e acolhedor”

Pela preservação do Património Histórico e pelo profissionalismo e brio com que esta Senhora desenvolve o seu trabalho, contribuindo para uma boa imagem da cidade, merece aqui ser divulgada como um exemplo de boas práticas a seguir por todos nós.

Um Bem-haja à Junta de Freguesia da Sé e em especial a esta Senhora!

 


sexta-feira, 10 de maio de 2013

GENTE QUE INSPIRA NA MOURARIA - Joana Simão, Ceramista | PEOPLE WHO INSPIRES AT MOURARIA – Joana Simão, Potter


O contraste entre o velho e o novo.

O contraste entre a saudade e a melancolia dos Fados de antigamente e os sonhos e as alegrias dos novos “aventureiros” da Mouraria.
Bairro de fadistas desde sempre (Severa, Fernando Maurício, Mariza…), agora são também jovens criativos que dão vida às ruas da Mouraria. Bonitos, simpáticos e bem-dispostos; trazem consigo sonhos. Escolheram a Mouraria para trabalhar na “arte de saber fazer”, através das mãos, com encanto e magia.
A alma é o ponto em comum entre o velho e o novo…


Mouraria is the contrast between the old and the new.

It is the contrast between melancholic songs (Fados) and new dreams and joy of Mouraria adventurers.

Mouraria has always been a Fado singers neighborhood (Severa, Fernando Maurício, Mariza ...) but now are also the young creative people who bring life to the streets of Mouraria. They are nice, awesome and full of dreams. Some are designers, others are artisans, but all work is made with charm and magic, giving life to their art pieces.
The soul is the common point among the old and new ...




Na Calçada de Santo André, num atelier discreto no meio do casario, nasce uma nova artista: Joana Simão. Uma jovem algarvia que escolheu a Mouraria para se lançar numa arte milenar: a cerâmica.

In a discreet studio in the middle of the Calçada de Santo André houses rises a new artist: Joana Simão. She chose Mouraria to launch in an ancient art: pottery.

Com as mãos trabalha o barro e dá azo à imaginação, inspirando-se nas suas raízes ligadas ao mar e à serra algarvia. Com cabeça, mãos, coração e alma dá vida a peças únicas que esperam orgulhosamente uma nova casa para habitar.

She is from Algarve, but she selected Lisbon to live. With her hands she craft the clay and gives wings to her imagination. The source of inspiration is the nature, remembering the sea and Algarve mountain range. With head, hands, heart and soul she gives life to unique pieces that proudly await a new house to live.


Contactos:
Atelier Joana Simão
Calçada de Santo André, nº 5 |Mouraria

Tel: 916532611
Aberto de Segunda a Sábado |Open Monday to Saturday

quarta-feira, 8 de maio de 2013

LOCAIS QUE NOS INSPIRAM - Martinho & Almeida | PLACES WHO INSPIRE US - Martinho & Almeida


A arte da Passamanaria | The art of Trimmings







Martinho & Almeida é uma loja “museu” na arte da passamanaria. Fundada em 1957 pelo Senhor Mário Martinho, comercializava artigos de passamanaria que ele próprio produzia. Ainda hoje o antigo proprietário é recordado com carinho; como uma pessoa simpática e igualmente excelente a dançar e a cantar.

Martinho & Almeida is like a museum store in the art of ornamental trimming. Founded in 1957 by Sr. Mario Martinho, the store sold ornamental trimmings that he himself produced. He is still remembered like a kind person to his clients as well as a good dancer and singer.



Em 2011 a loja passou para novos proprietários que adquiriram todo o stock de passamanarias e sirgarias que o Senhor Mário criou ao longo da sua vida. São galões, borlas e cordões todos produzidos de forma quase manual e só com matérias-primas naturais (desde o algodão e a lã, passando pelo ouro e a prata) que se podem encontrar na Martinho &  Almeida.

In 2011 the store changed the owners. They bought the entire stock of trimmings that Sr. Mario Martinho created throughout his life. And now, all of those things (gallons, tassels and cords), almost produced in a manual way and only with natural materials (cotton, wool, gold and silver), can be found at Martinho  &  Almeida new owners.
 



 

A arte da passamanaria, oriunda da Asia, é uma arte milenar que se perde no tempo. Através da junção de fios de seda, algodão, lã e outros, constrói ornamentos (galões, borlas e cordas) com utilizações diversas na moda, decoração e cenografia.
 

The art of trimmings is an ancient art and it comes from Asia. It is through the junction of silk, cotton, wool and other kind of wires that it is possible to create ornamental trimmings (gallons, tassels and cords), with different uses in fashion, decoration and set design.

 


 

Procurada por designers, estilistas e outras entidades, a Martinho & Almeida é um contributo no sucesso de eventos nacionais e internacionais que prestigiam o nosso país, como é o caso da exposição de Joana Vasconcelos, em Versailles.
 
Sought by designers, stylists and other entities, Martinho & Almeida has contributed with his ornamental trimmings to the success of some national and international events as in the case of Joana Vasconcelos, at Versailles exhibition.


 
 
Uma loja cheia de encanto e nostalgia, onde somos atraídos pelas cores vivas e formas dos objectos que de alguma maneira fizeram parte do nosso passado. Para além dos artigos em passamanaria, encontramos também máquinas antigas de costura, ovos de madeira para cerzir meias, peões de madeira e ferros de engomar antigos, registos, lenços dos namorados, entre tantas outras coisas que nos fazem ter saudades.
Uma loja de afectos!
 
 
This is a store full of charm and nostalgia where we are attracted by the bright colors and shapes of objects that somehow were part of our past. In addition to the trimmings articles also we can find antique sewing machines, wooden eggs, irons, valentine wipes, among many other things that make us yearn.
A store full of affections !
 
 

Contactos:
Rua Acácio de Paiva, nº14-A | Alvalade
Tel: 218489568
 

quinta-feira, 2 de maio de 2013

FIQUE VERDE!!! | GET GREEN!!!


 | PT
 
 
A Primavera está aí e com ela a promessa de dias alegres cheios de sol e calor. A nossa sugestão é um passeio pelo Jardim Botânico da Universidade de Lisboa.

Uma bolsa verde de ar puro bem no centro da cidade. Aqui estão reunidas mais de mil espécies vegetais oriundas dos quatro cantos do mundo. Um local de estudo, investigação mas também de lazer.


 
 
Uma impressionante escadaria leva-nos até à Av. Das Palmeiras, onde podemos usufruir de uma imensidão de árvores que transportam consigo a quietude e a cor das florestas tropicais. Lagos e pequenas cascatas conferem um ar romântico ao espaço. Em apenas 4 hectares de terreno é possível viajar no espaço e no tempo através da diversidade de plantas que dominam ou dominaram épocas passadas.




Mas o que mais disfrutámos foi o pequeno jardim mediterrânico habitado por borboletas. Um mundo de cor e fantasia, onde é possível observar as diversas fases do ciclo de vida destes seres que compõem o imaginário das nossas infâncias e que tanto nos inspiram. As crianças vão adorar!

Um local fantástico para ficar verde!
 
 
 


Informações úteis:
Jardim Botânico:
Verão – Todos os dias das 9h Às 20h
Inverno – Das 9h às 18h
Encerra a 1 de Janeiro e 25 de Dezembro
Contactos: 213921800
Rua da Escola Politécnica, 54,56, 58
Borboletário:
Todos os dias das 10h às 17h até 15 de Novembro. Encerra nos feriados.
Entradas:
Adultos: 2€, Estudantes, reformados e jovens até aos 18 anos: 1€, Crianças < 7 anos: não pagam
 
 
| EN 
 
Spring is here and with it the promise of happy sunshine days. We suggest a walk through the Botanical Garden of the University of Lisbon, at Príncipe Real, right in the middle of the city.

It’s a big green air bag where are gathered over than a thousand plant species coming from all continents. It is a place for flora study and research but also leisure and relax.

 
 
 
 
 
An impressive staircase leads us to the Palmeiras Avenue, where we can enjoy a multitude of trees that carry with them the stillness and color of tropical forests. Small lakes and little waterfalls provide a romantic environment along the walk while we hear the bird songs.  Approximately 4 acres of land where is possible to walk in space and in time through the diversity and rarity of plants.
 
 
 

But what we enjoy most was the small Mediterranean garden inhabited by butterflies. It is a world of color and fantasy, where you can enjoy the different life stages of these beings. Children would love it! For most of us, butterflies are part of our childhood imagination and in some way those little beings are so inspiring…

A fantastic place to get green!
 


Useful Informtion:
Botanical Garden:
Summer - Every day from 9am at 20h
Winter - From 9h to 18h
Closed on 1 January e25 December
Contacts: 213921800
Rua da Escola Politécnica, 54,56, 58
Butterfly house
Every day from 10h to 17h until 15 November. Closed on holidays.
Every day from 10 am to 5 pm until 15th of November. Closed on holidays
Entry costs:
Adults: 2€, students, people between 7 and 18 years old and over 65 years old  - 1€, Children  < 7 years : 0 €