quinta-feira, 28 de março de 2013

A CORTIÇA PORTUGUESA: CONTADORA DA HISTÓRIA | PORTUGUESE CORK: A STORY TELLER

|PT
A história do renascimento da Praça do Comércio depois do terramoto de 1755 contada através de painéis de cortiça junto à estátua de D. José I.

|EN

The story of the rebirth of Comércio square after the 1755 earthquake told through cork panels surrounding D. José I statue.

MULHERES QUE VIAJAM SOZINHAS:10 DICAS | WOMEN TRAVELING ALONE: 10 TIPS


Planeie a sua viagem antes de ir para fora

|PT
Há mais viajantes do sexo feminino do que nunca. 

As mulheres estão na estrada e nos céus em números recordes. Alguns especialistas estimam que as mulheres constituem cerca de 50% dos viajantes frequentes e correspondem a cerca de 70% na tomada de decisão no que concerne à escolha do destino.
Solteiras, divorciadas ou viúvas, todas têm uma motivação em comum, independentemente do objectivo da viagem; o desejo de conhecer outras culturas, outras vivências…

Viajar é sempre uma aventura, mas deve fazê-lo de forma segura, especialmente se é mulher. Quer viaje em negócios ou lazer, há sempre alguns cuidados a ter para que possa desfrutar da viagem ao máximo, sem surpresas desagradáveis. Todos os países, até mesmo cidades ou regiões de um mesmo país, têm o seu "protocolo", a sua cultura por vezes diferente da forma como vivemos o nosso dia-a-dia.



Deixamos aqui algumas dicas para que possa desfrutar da sua viagem ao máximo:

1. Planeie todos os aspectos técnicos das suas viagens. Dinheiro, protecção de acidentes de viagem, documentos, linguagem, comunicação... Existem muitos aspectos a organizar antes de iniciar a sua viagem. Saiba como vai gerir o seu dinheiro, como vai comunicar com os seus enquanto se encontra fora, que tipo de protecção deve contratualizar para prevenir acidentes, etc. Quanto melhor tiver estas questões sob controlo mais tempo terá para desfrutar do destino que elegeu.

2. Faça alguma pesquisa sobre o local. Os guias turísticos, bem como a internet são óptimos meios para se familiarizar com a cultura, gastronomia, locais a visitar, horários, clima, segurança, entre tantas outras coisas. Esta é uma boa forma de poder usufruir ao máximo da sua viagem, permitindo comparar mais tarde, aquilo que leu com o que realmente experienciou e formar uma opinião sustentada sobre o destino.

3. Seja cautelosa. Em todos os sítios existem pessoas menos agradáveis. Evite locais pouco frequentados.

4. Bagagem leve. Permite melhor mobilidade e economiza dinheiro. Escolha roupas e adereços que permitam várias conjugações de acordo com cada situação. Opte por cores neutras (preto, castanho, bege, azul marinho) que fiquem bem com alguns contrastes de cor e uma cor ou duas de acessórios que quando conjugados permitam vários efeitos consoante o fim a que se destina.

5. Opte por um estilo clássico. Tops, saias muito curtas, calções são excelentes, mas em algumas partes do mundo podem trazer problemas. Não se esqueça, que sozinha está mais desprotegida, por isso, passar despercebida pode ser uma mais-valia em determinados locais.

6. Planeie bem onde vai ficar, no mínimo a primeira noite. Tente chegar de dia ao local onde vai pernoitar. Caso não goste do local que escolheu, pode sempre ter tempo para procurar outro local ainda durante o dia.

7. Dedique tempo à escolha das malas de mão. Uma mochila é ideal para viagens, mas nem sempre se adequa a todos os momentos. Recomendamos malas que possam ser levadas ao ombro, para que não seja vítima de um roubo.

8.Procure um guia local. Um guia local pode proporcionar um conhecimento profundo sobre a área a visitar, partilhando histórias que dificilmente o turista encontrará em brochuras turísticas, contribuindo assim para uma viagem memorável. Por outro lado, se o seu destino é em uma zona conturbada politicamente ou socialmente, o guia turístico pode mantê-lo em segurança evitando determinados locais.

 9.Cuide dos seus pés. Opte por sapatos confortáveis. Pés doridos podem arruinar uma viagem.

10. Mime-se. Está sozinha, longe da família. Uma massagem, uma ida ao cabeleireiro, contribuem para algum relaxe depois de um dia de lazer ou de trabalho se for o caso.

FÁBULAS DE LA FONTAINE NO MOSTEIRO | LA FONTAINE'S FABLES ON MONASTERY


PAINÉIS
 DE AZULEJOS ENCANTADOS NO MOSTEIRO DE SÃO VICENTE DE FORA, EM LISBOA

|PT

Vale bem uma visita ao Mosteiro de São Vicente de Fora em Lisboa, especialmente se é um apreciador da arte de azulejaria portuguesa. Aqui poderá deliciar-se com verdadeiras relíquias que traduzem em imagens aspectos campestres e da corte portuguesa do séc. XVIII.

Fascinantes são as famosas fábulas de La Fontaine, que deram vida ao imaginário de muitas crianças ao longo dos tempos e que estão representadas em 38 magníficos painéis de azulejos. Estes painéis foram encomendados no final do séc. XVIII para ornamentar os claustros, mais tarde e após obras de beneficiação recentes do Mosteiro, os painéis foram retirados e hoje podem ser admirados em exposição. Jean de la Fontaine, poeta e filósofo, como frequentador da corte francesa criticava a sociedade por meio de suas fábulas considerando-as como “uma pintura em que podemos encontrar o nosso retrato”.
Quem não se lembra de fábulas como o “Gato e o Rato” o “Burro e o Cão” ou até mesmo a “Palavra de Sócrates”?

No final da visita pode sempre subir até ao telhado e usufruir de uma vista fascinante sobre Lisboa.

“Sócrates construiu uma casa em Atenas e muitos o censuravam, dizendo entre outras críticas, que as dependências lhes pareciam muito apertadas. Respondeu Sócrates: “Agrade ao céu que, tal como é, se possa encher de verdadeiros amigos!”
O bom filósofo tinha razão em achar demasiado grande a sua nova casa para esses seus amigos, tão poucos costumam ser os verdadeiros.”




Informações Úteis: 
O Mosteiro de São Vicente de Fora encontra-se do lado direito da Igreja de mesmo nome, no Largo de São Vicente, à Graça. Pode sempre apanhar o eléctrico 28 e sair na Feira da Ladra.
Aberto todos os dias entre as 10h00 e as 18h00, sendo a última visita às 17h00. 
À segunda-feira encontra-se encerrado.
Entrada: 4 euros

quinta-feira, 21 de março de 2013

MARIAS COM CHOCOLATE

UMA CHOCOLATARIA COM IGUARIAS ÚNICAS



|PT 
No coração do Campo de Santa Clara, com vista para a cúpula do Panteão Nacional e onde ocorre semanalmente a Feira da Ladra, encontrámos “As Marias Com Chocolate”. Uma simpática chocolataria, onde se pode encontrar todo o tipo de guloseimas feitas com chocolate.

O castanho domina o espaço através das iguarias que enfeitam as prateleiras. Desde as Trufas de Porto, Laranja, Limão, Baileys e Caramelo, ao Bolo de Chocolate recheado com couli de Frutos Silvestres e coberto com chantilly, sem esquecer o Bolo Mousse e um Salame de Chocolate divinal, são algumas das ideias que aqui deixamos e que podem ser sempre acompanhadas com um chocolate quente ou uma limonada acabada de fazer.

Maria do Carmo Paes Vasconcelos e o marido, Pedro Duarte, são os proprietários e anfitriões desta casa que gerem com carinho. Desde muito cedo que Maria do Carmo gosta de cozinhar. Habituada a fazer pequenas grandes delícias para a família, as encomendas entre amigos não tardaram a chegar e a aumentar ano após ano. 

A ideia de trabalhar com o chocolate surgiu quando ainda estavam a estudar na Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. Perceberam aí que podiam fazer presentes originais, imbuídos de alguma nostalgia e que de certeza iriam convencer muita gente.

Assim foi, as encomendas nunca mais pararam até que em 2010 o casal decidiu abrir “As Marias com Chocolate” no Campo de Santa Clara, através de um concurso promovido pela Câmara Municipal de Lisboa.

A Chocolataria está enquadrada no espaço do antigo mercado do Campo de Santa Clara e dispõe de uma esplanada, onde pode sempre recuperar energias depois de uma visita ao Mosteiro de São Vicente de Fora e Panteão Nacional, dois locais a não perder.
“As Marias Com Chocolate” encontra-se aberto de Terça a Sábado até às 18h00. 
Aceitam encomendas e podem entregar em casa.